Seu Horóscopo Para Amanhã

Patriotas e legalistas

Patriotas e legalistas

História >> revolução Americana

A Guerra Revolucionária dividiu o povo das colônias americanas em dois grupos: os leais e os patriotas.


Estátua do Patriota Minuteman O que foi um patriota?

Patriotas eram pessoas que queriam que as colônias americanas conquistassem sua independência da Grã-Bretanha. Eles queriam seu próprio país, chamado Estados Unidos.

Por que as pessoas se tornaram patriotas?

As pessoas nas Américas achavam que não estavam sendo tratadas com justiça pelos britânicos. Eles estavam sendo tributados sem qualquer palavra ou representação no governo britânico. Logo, gritos de 'liberdade' começaram a ser ouvidos em todas as colônias. Os patriotas queriam se libertar do domínio britânico.

Patriotas Famosos

Havia muitos patriotas famosos. Alguns deles se tornaram presidentes como Thomas Jefferson, que escreveu a Declaração de Independência e John Adams. Talvez o patriota mais famoso da época tenha sido George Washington, que liderou o Exército Continental e mais tarde se tornou o primeiro presidente dos Estados Unidos. Outros patriotas famosos incluem Paul Revere, Samuel Adams, Ethan Allen, Patrick Henry e Ben Franklin. Essas pessoas costumam ser chamadas de Pais Fundadores dos Estados Unidos.

O que era um leal?

Nem todo mundo que viveu nas colônias americanas queria se separar dos britânicos. Muitas pessoas queriam permanecer parte da Grã-Bretanha e continuar sendo cidadãos britânicos. Essas pessoas foram chamadas de leais.

Por que algumas pessoas permanecem leais?

Muitas pessoas sentiram que suas vidas seriam melhores se as colônias permanecessem sob o domínio britânico. Algumas dessas pessoas estavam simplesmente com medo de enfrentar o poder do exército britânico. Outros tinham interesses comerciais na Grã-Bretanha e sabiam que o comércio britânico era importante para a economia. Outros ainda achavam que o domínio britânico seria melhor do que o domínio patriota.

Legalistas Famosos

Desde que os legalistas perderam a guerra, não existem tantos legalistas famosos quanto patriotas. Benedict Arnold era um general do Exército Continental que lutou pelos britânicos. Outro leal famoso foi Joseph Galloway, que foi o delegado da Pensilvânia no Congresso Continental, mas depois trabalhou para o exército britânico. Outros legalistas famosos incluem Thomas Hutchinson (governador da colônia de Massachusetts), Andrew Allen, John Butler (líder das tropas legalistas Butler's Rangers) e David Mathews (prefeito da cidade de Nova York).

O que aconteceu com os legalistas durante a guerra?

A vida dos legalistas tornou-se cada vez mais difícil durante a guerra. Os legalistas que viviam em áreas controladas pelos patriotas estavam em constante perigo de patriotas radicais. Muitos deles perderam suas casas e negócios.

Muitos legalistas deixaram o país e voltaram para a Grã-Bretanha. Outros decidiram ajudar os britânicos a lutar contra os patriotas. Eles se juntaram ao exército britânico ou formaram seus próprios grupos de lutadores, como os Verdes Leales e o Regimento Real Americano.

O que aconteceu com os legalistas após a guerra?

Muitos legalistas mudaram-se para a Grã-Bretanha após o fim da guerra. Muitos deles perderam suas fortunas e terras que construíram ao longo dos anos nas Américas. Em alguns casos, o governo britânico pagou por sua lealdade, mas geralmente não era tanto quanto eles haviam perdido. O governo dos Estados Unidos queria que os legalistas ficassem. Eles sentiram que o novo país poderia usar suas habilidades e educação. Poucos ficaram, no entanto.

Fatos interessantes sobre patriotas e legalistas
  • Outros nomes para patriotas incluíam Filhos da Liberdade, Rebeldes, Whigs e Coloniais.
  • Outros nomes para os leais incluíam conservadores, monarquistas e amigos do rei.
  • Muitos legalistas viviam na cidade de Nova York. Era conhecida como a capital conservadora da América.
  • Nem todo mundo escolheu um lado. Muitas pessoas tentaram permanecer neutras para evitar o conflito e a guerra.
  • Cidades patriotas criaram júris de homens chamados de 'comitês de segurança'. Os patriotas jurariam um juramento a esses homens a fim de obter um passe para viajar livremente por terras controladas pelos patriotas.
  • Os membros dos Sons of Liberty usavam uma medalha com a imagem de uma árvore.